terça-feira, 5 de maio de 2009

No aeroporto da Italia


Consegui um computador com entrada SD para enviar fotos aqui no aeroporto. Entao ja mando alguma fotos da nossa espera por aqui.

O aeroporto e enorme e tivemos que pegar trem para chegar no nosso terminal. Agora aguardamos o embarque.

Infelizmente ainda nao consegui por os acentos e o cedilha, mas acho que da para entender a mensagem.

PS - Agradecimento especial ao Kives que doou as moedinhas necessarias para acessar esse computador (no aeroporto de Israel a internet era de graca)


Em Solo Italiano

Agora e terca feira, 8:45 aqui na Italia, no aeroporto de Roma.

A viagem foi bem traquila de Tel Aviv para ca e estamos animados, porem cansados.

Vamos embarcar as 21:10 e nosso aviao deve decolar as 22:00h. Se tudo sair no horario, chegaremos em SP amanha as 5:00h (horario do Brasil). Como o computador aqui do aeroporto nao me permite por acentos (o que certamente dificulta a leitura e inibe uma serie de onomatopeias que poderiam descrever nossa condicao no momento) e nem postar fotos (pois, afinal, e por isso que o pessoal acompanha o blog), acho que nao tenho mais nada para postar por enquanto.

Boa Viagem para nos todos e nos vemos amanha em POA.

PS - A Renata ja se encontrou com os pais aqui e seguiu viagem para a Espanha. Renata, se voce estiver lendo essse blog: boa viagem, aproveita e nos vemos em POA.

Última Refeição em Solo Israelense

Agora, no aeroporto, todos estão fazendo sua última refeição em solo israelense.

Durante a viagem, sempre reclamaram que, constantemente o almoço era sanduíche. Agora, no aeroporto, cada um pode escolher onde comer e (pasmem!) maioria escolheu... SANDUÍCHE!!!

veja só:


Parabéns para Você

Agora é terça feira, são 14:00h e estamos ainda no saguão do Aeroporto Ben-Gurion.

Me lembrei de comentar que hoje é aniversário da Thais e ontem fizemos uma surpresa pra ela no Hotel. Todos se reuniram num quarto e de surpresa a recebemos com parabéns.

Feliz Aniversário!
PS - Como o quarto estava abarrotado de gente (afinal somos quase 50) acho que não dá pra ver ninguém na foto.

Longa Viagem de Volta

Ontem fomos jantar no Hotel Kinar, onde houve uma cerimônia de encerramento da viagem. Vimos uma emocionante apresentação power point com alguns momentos da marcha e tivemos um show de talentos. O grupo de POA fooi sem dúvida o mais animado. Veja uma foto:


Hoje de manhã, acordamos às 8:00h (tarde comparado aos outros dias) e despertamos para um lindo dia. As aguas do Kineret (nosso hotel fica as margens do lago) estavam azuis e lindas.

[foto na grama do hotel, terça feira, 8:00h (por isso a cara de sono)]




Tomamos café e viemos para o aeroporto. Agora estamos almoçando, no saguão do aeroporto Ben Gurion, onde aguardamos o embarque. Nosso avião atrasou uma hora e nosso embarque será às 16:00. Em princípio, este atraso não altera nossa chegada, já que o voo de Roma ao Brasil permanece estimado para o horário das 22:00 (hora de Roma) e chegamos a São Paulo às 5:00h.

Boa viagem para todos nós e nos vemos amanhã no Brasil!

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Adeus Sanduíche

Hoje estamos almoçando sanduíche pela última vez. Eeeehh!!!


Todos os dias nos quais saímos para passear longe, o almoço acaba sendo sanduíche (principalmente na Polônia). Hoje, é a última vez que isso acontece durante a marcha, então é um sanduíche festivo.


É segunda-feira e são 14:30h. Amanhã, a esta hora, já estaremos no aeroporto embarcando para Roma (e de lá para o Brasil).




[Comendo sanduíches no nosso Hotel (na beira do Kineret)]

Sempre Alerta!

Durante toda a nossa estadia em Israel, somos acompanhados por um segurança gentil e prestativo, chamado Roy.

O único problema é que ninguém ainda viu ele com os olhos abertos. Já existem várias apostas a este respeito, a maioria aposta que são castanhos.


Hoje, ele nos acompanhou também na visita ao centro de absorção. Sempre alerta!

Passeando por Tsefat

Hoje é segunda-feira, são 14:00h e acabamos de voltar para o Hotel.

De manhã fomos para a antiga cidade de Tsefat, onde passeamos, conhecemos as sinagogas, a história e tivemos tempo para umas comprinhas.

Lá também conhecemos um centro de absorção para imigrantes etíopes: mais uma amostra do esforço que Israel faz em prol dos judeus e da força da união dos judeus de todo o mundo.

Agora voltamos para o Hotel para arrumar as malas e fazer as atividades de encerramento. Amanhã já voltamos para o Brasil. Estamos todos com saudades de casa (e da comida da mamãe), mas, por outro lado, não queremos que esta linda experiência se acabe já tão cedo.

[Passeio na cidade velha de Tsefat (e descanso do moré Ilton)]

domingo, 3 de maio de 2009

É Ritmo de Festa II (ou "a Pirâmide Humana")

Saímos do Kibutz depois do jantar e fomos para Tveria (Tiberiades), onde embarcamos (literalmente) em uma super-festa, a bordo do famoso barco Lido 4.

No píer, um grupo empolgado formou uma pirâmide humana de dois andares, já entrando no clima da festa. Assim que conseguirmos o video da façanha, publicaremos neste blog.

Por enquanto, seguem algumas fotos da nossa breve estada em Tveria.




Um País que Tem de Tudo

Israel desenvolveu-se muito rapidamente em seus breves 61 anos de existência. Nesse tempo, o país conseguiu avançar e destacar-se, liderando o mundo em muitas novas tecnologias.

Hoje descobrimos um destes campos: A tecnologia do sorvete. Pois é: Em Israel tem picolé de Bob Esponja.

Veja com seus próprios olhos.



Chegamos no Kineret

Chegamos h� pouco no Hotel do Kibutz Haon, na beira do Kineret (Mar da Galil�ia [acho que Galil�ia n�o tem mais acento]), onde ficaremos nas pr�ximas duas noites, as �ltimas dessa nossa jornada especial que atravessou a Pol�nia e agora percorre Israel.

Hoje estivemos na inaugura�o do PlayGround que foi constru�do com a ajuda do fundo comunit�rio do Brasil e de crian�as das escolas judaicas de S�o Paulo. Uma iniciativa para ajudar o desenvolvimento da sociedade israelense e aumentar os la�os de uni�o entre os judeus de todo o mundo.

De l� fomos conhecer a Universidade Hebraica de Jerusal�m e tamb�m fomos a um parque de �guas naturais no norte de Israel.

Daqui a pouco vamos a Tiberiades, onde faremos um passeio de barco pelo Kineret.

Posto agora algumas fotos de hoje e daqui a pouco voltamos com mais.

[Inaugura�o do Playground]

[Na Universidade Hebraica]

[No parque 0 Gan hashelosha]

sábado, 2 de maio de 2009

Viagem ao Norte

Acabou o Shabat em Jerusalem. Foi realmente muitop especial.
Um grupo foi ao Shuk (mercado arabe na cidade velha) e de tarde fomos ao Har Hertzl, perto do nosso Hotel.

De noite fomos ao Shopping Malcha e acabamos de voltar ao Hotel. Agora sao 11:30 e temos que arrumar as malas para viajar amanha cedo para o norte. Vamos conhecer Tiberiades e Tzfat, alem de outros lugares pelo caminho. Tambem conheceremos amanha a Universidade Hebraica de Jerusalem e teremos a oportunidade de inaugurar um playgroung construido gracas a ajuda do Fundo Comunitario do Brasil.

Bom, a viagem ao sul foi muito legal. Estivemos no Mar Morto, dormimos nas tendas dos beduinos e conhecemos Metsada. Esperamos que o passeio ao norte seja tao legal quanto.

Como estou no computador do hotel, nao tenho como mandar fotos agora. Espero que la no norte tenhamos uma conexao melhor com a intenet.

Ate la, um grande abraco e Shavua Tov.

PS - Estou escrevendo do computador do Hotel, cujo teclado e em hebraico e nao dispoe de acentos e nem de cedilha. Espero que, mesmo assim, o texto esteja claro.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Fotos dos passeios









Bom, temos pouco tempo para o Shabat. Agora mando algumas fotos dos últimos passeios e depois do Shabat, tentarei comentar.
Não podemos deixar de comentar também a respeito do grande desafio de futebol entre POA e Bialik Sp que terminou 7 x 1, e mais tarde comentaremos o episódio.

SHABAT SHALOM!!!

Viagem ao Sul e Shabat

Chegamos agora a pouco no Hotel em Jerusalém, onde iremos passar o Shabat.

Nos últimos dois dias não houve postagens, pois estavamos longe de qualquer acesso à internet. Desde então, nossos dias foram bem cheios:

Quinta:
Fomos às escavações do sul do Kotel em Jerusalém
Viajamos para o Mar Morto
Fomos à Massada
Andamos de Camelo
Fomos à aldeia dos beduínos, onde jantamos e dormimos (com direito à fogueira)

No dia seguinte (sexta)
Fomos ao Museu de Israel
Fomos ao centro de Jerusalém
Voltamos ao Hotel

Agora estamos nos preparando para shabat. Nos próximos posts vou mandar um pouco das fotos do que rolou nesses dias.

Até já.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Super Festa da Marcha

Da cidade velha fomos para Latrun, onde há um memorial das forças blindadas de Israel.

Lá, depois de jantar, assistimos a um excelente show, com vídeos da marcha, show de fogos e muita animação. Veja as fotos!







Amanhã vamos para o Mar Morto e dormiremos na tenda dos beduínos. Então (a não ser que a tenda dos beduínos tenha conexão wireless) não conseguiremos postar nada amanhã, só na sexta-feira. Vamos dormir que amanhã temos que acordar cedo para um dia cheio.


Até mais!

Fotos da manhã de quarta


[em frente à menorá do Knesset]

[se reunindo da praça Safra para começar a caminhada]



[marchando para a cidade velha de Jerusalém]







Abraços de Graça

Ontem à noite, em Tel Aviv, um fato quase passa despercebido. Mas, aqui no nosso blog "a gente não perde nada". Então estamos postando agora.


Em meio à praça lotada em Tel Aviv, alguns alunos se ocuparam de promover a união do povo de Israel, através de um complexo sistema de troca de abraços. Foram centenas de abraços distribuidos durante a festa de independência.


Repare no bebê que aceitou o abraço e não se arrependeu.




PS - Agradecimentos especiais à Fernanda que tirou a foto, capturando esse momento tão fofo.

Super Ultra Mega Evento

São 11:45 e há pouco chegamos no hotel.

Hoje de manhã (quarta-feira) fomos ao Knesset (parlamento de Israel) e aprendemos um pouco sobre a política israelense. De lá fomos à praça Safra, onde todos os grupos da Marcha da Vida se reuniram para caminhar até o Kotel (Muro das Lamentações). Foi incrível, todos caminhando juntos até o Kotel.

Aproveitamos para conhecer a cidade velha de Jerusalém durante a tarde. Daí fomos para Latrun, onde a Marcha da Vida Internacional organizou um super ultra mega show, com direito a fogos de artifícios, cantores famosos, vídeos da marcha e muito mais. Todos os países estavam lá e foi muito legal.

Acabamos de chegar no hotel e, nos próximos posts, vamos contar um pouco mais sobre o dia de hoje.

PS - A Nathalia mandou um beijo para a vovó Wilma.

terça-feira, 28 de abril de 2009

É Ritmo de Festa!

Inspirados pelas palavras de Ben-Gurion, caminhamos até Kikar Rabin (Praça Rabin) para comemorar a independência de Israel.

Hoje percebemos como essas datas são importantes para nosso povo e como são valorizadas aqui em Israel. No Yom haZikaron, ao soar da sirene (às 11:00h da manhã), o país inteiro ficou de pé e fez um minuto de silêncio em memória dos que faleceram. Até mesmo motoristas pararam seus carros no meio das ruas e estradas e se colocaram de pé ao lado do veículo para fazer a homenagem. À noite não foi diferente, milhares de pessoas se reuniram numa gigantesca festa para comemorar a tão sonhada independência de Israel. Talvez ainda não tenhamos alcançado uma paz duradoura, mas temos um lindo país, uma grande democracia e um lugar que todos os judeus do mundo podem chamar de casa.

Saímos da festa às 23:00h e voltamos para Jerusalém para dormir, já que amanhã teremos a "Marcha da Vida em Israel" (também em Israel os grupos se juntam para uma caminhada) e muito mais. Sairemos de manhã e somente voltamos de noite, portanto creio que este é o último post de hoje e o próximo somente virá amanhã à noite.



[Festa de Yom Haatzmaut em Kikar Rabin]

Um Pouquinho de História

Do Shopping, fomos ao Heichal Haatsmaut (Hall da Independência), onde foi proclamada a criação do Estado Judeu.

Lá, ouvimos uma explicação sobre a história do lugar e do evento e a gravação das emocionadas palavras ditas por Ben-Gurion nesse mesmo dia (Yom Haatsmaut) há 61 anos.


A Vingança Gastronômica de Israel

Uma das vantagens de estar em Israel é que a comida aqui é muito muito boa (e é tudo kasher).

Após uma semana na Polônia, durante a qual nos alimentamos muitas vezes com sanduíches, estamos aproveitando tudo o que a gastronomia israelense tem para oferecer.
Aqui, até os saquinhos com sanduíche para o caminho são mais legais (na verdade são caixinhas aqui).
Alguns aproveitaram o céu limpo com poucas nuvens e muitas vacas e tomaram um milk shake (repare na foto que o milk shake consegue ser maior do que o sorriso da Mariana).



[teto do restaurante Yotvetah - inspirador!]




[Caixa do Lanche]




[Caixa do lanche vista por dentro]

Fotos do Passeio em Tel-Aviv e Yafo

Bom, como todos estão pedindo mais fotos no Blog, vão abaixo algumas fotos do passeio de hoje de manhã em Yafo e Tel-Aviv:


[em frente a praia de Tel-Aviv]



[centro histórico de Yafo]

Capitalismo Selvagem

Hoje de manhã (quarta-feira) saímos do hotel depois do café da manhã e fomos direto para a antiga cidade de Yafo. (Vale dizer que o café da manhã kasher do hotel é sensacional: 5 tipos de queijo, vários tipos de sucrilho, omelete, pães, croissants, biscoitos, arenque (isso mesmo: arenque!), saladas, atum, iogurte, suco e outras coisas mais).

Lá em Yafo conhecemos um pouco da cidade velha e fomos passear pelas ruas do Shuk (espécie de feira ou mercado com artesanato, souvenir, etc). De lá fomos para o Shopping Azrieli.

Nesse momento, o prof. Ilton, também conhecido como Ildo, Nilton e Ailton, deu um importante recado a todos (pais: já tem a quem culpar pela fatura do cartão de crédito). Veja o vídeo:

video

(agradecimentos à Isadora que filmou tudo - aqui não escapa nada!)

Yom Hazicaron (dia da Lembrança)

Ontem à noite (na terça feira) fomos à sede dos escoteiros (tsofim) aqui em Jerusalém. Era Yom Hazicaron, o dia de lembrar todo aqueles que pereceram em ataques terroristas ou lutando por Israel.

Trata-se de um dia muito emocionante aqui em Israel, pois não há uma família que não tenha sofrido direta ou indiretamente nesses 61 difíceis anos, nos quais a paz tão almejada por nós ainda não foi conseguida.
Foi uma cerimônia muito especial, organizada por jovens escoteiros, de 17 anos em sua maioria (o que significa que estarão eles próprios no exército no ano que vem) no qual lembraram aqueles que morreram através de canções, poemas, inscrições em fogo e com uma apresentação multimídia que citava alguns dos que caíram e como caíram.
Depois, voltamos para o Hotel e ouvimos do Yuval (nosso guia - ele é Argentino, mas é gente boa) um pouco sobre a experiência dele no exército e tentamos entender um pouco deste lado tão duro da realidade em Israel. Daí fomos dormir, pois sabíamos que quarta-feira seria uma dia cheio.

[a palavra Yzcor (lembre-se) escrita em fogo pelos escoteiros]

[Símbolo do Exército escrito em fogo pelos escoteiros]

Yafo, Tel-Aviv e a Gripe Suína

Já passa da 1 da madrugada em Jerusalém, chegamos há pouco no Hotel, depois de participar de uma mega-ultra festa de Yom Haatzmaut (Independência de Israel) no centro de Tel-Aviv.

Ontem estivemos num ato emocionante de Yom Hazicaron, em Jerusalem, em homenagem aos soldados que tombaram lutando por Israel e também em memória de todas as vítimas de atentados terroristas.

Hoje de manhã (quarta feira, 28/04) estivemos na cidade velha de Yafo, onde passeamos e tivemos tempo para compras. Fomos também ao Shopping Azrieli e ao Museu de Independência de Israel, local onde foi proclamada a criação do Estado Judeu. De lá fomos direto para a festa. Nos próximos postas vamos contar como foi tudo.

Estamos atentos também aos casos de suspeita de gripe suína. Por enquanto não há qualquer motivo para preocupação. A delegação dos mexicanos (país onde apareceram a maior parte dos casos) não está no nosso hotel e está sob observação. Estamos seguindo as orientações do médico e não há qualquer razão para preocupação agora em Israel.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Enfim Jerusalém (ou "A Grande Chegada")

Chegamos em Israel com grande euforia (apesar do extremo cansaço após a madrugada no avião e os dias tão exaustivos na Polônia).


Do aeroporto fomos ao Kotel, onde todos se emocionaram e puderam expressar essa emoção num lugar tão único e especial para o povo judeu.



Fomos então para Tayelet, lugar onde a vista enche os olhos, tomar café da manhã. Ainda passeamos pela Ben Yehuda e pelas ruas do centro para comprar souvenirs (pais: preparem-se novamente para as faturas dos cartões de crédito) antes de seguir para o nosso hotel.
Daí almoçamos e fizemos check-in para descansar, pois à noite é Yom haZikaron e teremos mais atividades. Agora é segunda-feira, são 9:45 na capital dos gaúchos e 15:45 aqui na Capital dos Judeus, Jerusalém.

Adeus Polska

De Majdanek fomos direto ao aeroporto. Lá nos despedimos da Polônia e, cantando o hino de marcha e outras canções que aprendemos aqui, fomos embarcar.



Quando todos já estavam deixando para trás a cultura e o modo de vida polonês - até descartando as folhas com o guia básico de conversação polonês-português (obrigado = djin kuie; água = woda;...) - foi justamente neste momento, já no aeroporto, que um aluno resolveu incorporar o espírito da cultura polonesa.
Trajando vestimentas típicas, desfilou pelo aeroporto - não dá para dizer que não é polonês!!!






Muita Emoção e Poucas Palavras

Chegamos a Majdanek, nosso último destino na Polônia. Não imaginávamos que seria assim: Um terrível campo de morte, onde centenas de milhares de pessoas perderam suas vidas de maneira degradante e desumana.

Vimos a proximidade do campo com a cidade - os cidadãos que assitiam passivos ao massacre que ocorria diante de seus olhos, que sentiam o odor fétido e percebiam as cinzas que emanavam do campo. Vimos as câmaras de gás, os alojamentos (verdadeiras armadilhas, onde a fome, a doença e as condições precárias eram cúmplices silenciosas dos nazistas em sua matança).
Vimos também os fornos crematórios - destinados a reduzir um ser humano à nada.

Foi um momento muito difícil para todos nós. Emoções que não podem ser colocadas em palavras. No final, nos reunimos num monumento que guarda também cinzas das vítimas de Majdanek e fizemos uma breve cerimônia em homenagem a sua memória.

Como num lugar tão belo algo tão feio assim pode ter ocorrido?



[monumento em homenagem as vítimas de Majdanek]

[caminhando na entrada do campo - repare na proximidade das casas]