segunda-feira, 20 de abril de 2009

Ainda antes de ir pro Hotel

Da Umschlagplatz, fomos direto para o local onde ficava o Gueto de Varsóvia e visitamos o monumento no local onde ficava Mila 18, sede principal da resistência dos judeus durante o levante do Gueto de Varsóvia.



Logo depois, visitamos o monumento de Rapaport, em homenagem ao heroísmo durante o holocausto.



Todas as delegações do Brasil então se reuniram para uma cerimônia de abertura. A delegação gaúcha, claro, era a mais animada, mais bonita e mais organizada (além de ser a mais cheirosa...).

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Querida filha Daniela e colegas do Colégio Israelita Brasileiro,
    observem cada monumento, escutem o relato de cada história, reflitam sobre cada local visitado. Se sentirem tristeza, não tenham vergonha, se sentirem alegria, desfrutem a mesma. Vocês estão tendo a oportunidade de viver um momento muito especial, conhecendo locais que retratam uma parte da história do nosso povo e, assim, entender melhor porque o holocausto jamais deve ser esquecido.
    Beijos,
    Ilana Finkielsztejn Eilberg (mãe de Daniela Eilberg)

    ResponderExcluir